“Angelina Jolie zumbi” é presa no Irã e pode ser condenada a morte

A maquiadora iraniana Sahar Tabar, de 22 anos, foi presa pelas autoridades do Irã. Ela é acusada blasfêmia e “corrupção moral”, e esse tipo de crime é passivo de pena de morte no país… os condenados que escapam da pena, costumam cumprir 5 anos em regime fechado, mas é muito difícil escapar da punição máxima.

A mais ou menos 2 anos, a jovem ficou famosa mundialmente, quando postou em seu Instagram, uma foto impressionante. Veja logo abaixo. Ela garantiu que teria feito mais de 50 cirurgias, para se parecer com a atriz Angelina Jolie – o que não é verdade, logo ela mesma desmentiu os fatos, e revelou que a transformação é feita com muitas horas de maquiagem e em alguns casos, edição digital.

Foto mais recente de Sahar Tabar, sem a maquiagem

De acordo com a justiça do Irã, a jovem cometeu blasfêmia, crime cultural, incitou a violência, teve ganhos financeiros por meios considerados impróprios pelas leis do país, insultou o código de vestimenta da nação e incentivou jovens a praticar a corrupção.

O local onde Sahar Tabar está sendo mantida, não foi divulgado. Desde o anúncio da prisão, seu paredeiro é desconhecido e sua conta oficial no Instagram, onde ela divulgava seus trabalhos, foi deletado. Os perfis que ainda estão ativos, são de alguns fãs da artista, e também fakes.

Alguns seguidores de Sahar, a apelidaram de “Angelina Jolie zumbi” e “Noiva Cadáver”, por conta da aparência um tanto assustadora. Nas poucas  vezes em que falou sobre o objetivo do seu trabalho, a jovem garota afirmou, que a ideia era causar impacto, e mostrar como algumas pessoas estão se
destruindo fisicamente, para alcançar um nível “X” de beleza, ou corpo perfeito.

COMPARTILHE!